As confirmações do pentágono

Por Célio Castro e Wilson Geraldo

Pentágono – EUA – Crédito: Rev. Galileu

Em meio, a uma situação de pandemia que assola o mundo, a preocupação dos EUA em confirmar registros de OVNIS.

Feitos em 2004 e 2015, ambos os documentos já circulavam há alguns anos, especialmente dentro do movimento ufológico mundial. Será diversionismo de nosso irmão do norte? Um esforço para desviar o foco das situações de saúde com o covid19 no planeta? 

Vivemos situações estarrecedoras de progressiva gravidade. Direcionar o olhar do mundo para fora do planeta pode ser uma alternativa para evitar danos políticos em véspera de eleições nos EUA.

Apresentar estatística de números de  mortes? Nem em guerras deliberadamente provocadas, muito ao gosto dos governos estadunidenses, pode ser uma informação apresentada de forma descuidada à opinião pública. Afinal, quem se arvora a imperialista ou na melhor das hipóteses, a líder mundial, atrai ou deveria atrair para sí, uma enorme responsabilidade.

No dia 27 de abril de 2020 o pentágono retirou o registro de sigilo de alguns vídeos sobre UFOs gravados por pilotos da marinha americana.

Preocupados estamos todos com a situação mundial atual e com o que virá. Não são fatos novos, acontecimentos de guerras, tragédias, mortes em massa, pestes e outras atribulações foram enfrentadas pela humanidade. O uso político destas situações também o foram.

A dificuldade em chegar a uma solução que acabe com a pandemia  é visível e tem demandado o esforço de muitos pesquisadores de muitas nações no planeta. Os pesquisadores estadunidenses participam desse esforço, mas não serão os EUA, definitivamente, os responsáveis exclusivos por vencer esta guerra. Nem liderá-la! 

Esta não é uma guerra ao estilo tradicional. Por mais inovadoras que sejam as armas hoje utilizadas em conflitos bélicos, há um inimigo desconhecido e muitas frentes de batalha.

O mundo se une numa guerra contra um inimigo comum. E não há hegemonia que se sustente diante desse invisível desconhecido. Novas armas, novas estratégias de combate são necessárias e estão sendo usadas nas frentes de batalha.

Durante décadas os Estados Unidos são vistos como guardiões de informações sobre OVNI/UFO. E isso, na opinião pública, o tem colocado na dianteira, quanto a este assunto, também. Embora se saiba que existam informações muito mais significativas a serem mostradas, a tradição de negar, sempre fez parte de sua política.

Têm sido uma peleja a relação entre governos e o movimento ufológico mundial. Uma luta que  vem desde a década de 1940 por respostas satisfatórias acerca do fenômeno UFO e por liberação de informações.

Vem a calhar a liberação de informações que, como foi dito antes, já eram de conhecimento público. Mas, parece que, os últimos acontecimentos têm provocado seu orgulho guerreiro e questionado sua capacidade de combate a inimigos reais ou imaginários. Para alguém com índole belicista, esta confirmação soa como uma resposta do orgulho ferido.

A ideia parece ser, a confirmação do que também é sabido, de que por trás destas, têm muito mais.

Se é preocupante a imagem de incapacidade de intervir no combate imediato ao Covid19(uma espécie inimiga não identificada), e de liderar esta guerra, a atitude do pentágono parece revelar uma oportunidade premeditada de mostrar a opinião pública, que mantém sua liderança.  Que possui tecnologia disponível para pesquisas de objetos não identificados e que elas são bem utilizadas a muito tempo. Justifica assim seus milhões de dolares destinados a esta área. 

O que não deixa de ser, no conjunto, uma tentativa de reabilitação do guerreiro, um tanto questionado, em suas hegemonias. Oportunidade também, de dar alguma satisfação à enorme quantidade de casos de observação de OVNIs relatados nas redes sociais após as campanhas de isolamento social.

Os fatos mostram detalhes de velocidade, formatos, direção, movimentos e solidez. Recusa-se ainda a apresentar algum estudo mais detalhado acerca de sua natureza e acerca de sua origem, supostamente extraterrestres.

Notícias dão conta de que o Departamento de Defesa dos EUA decidiu divulgar este material “para dissipar qualquer ideia falsa do público sobre a veracidade ou não das imagens transmitidas, ou sobre saber se havia ou não mais [filmagens]”. Ainda acrescenta uma observação do Pentágono de que “o fenômeno aéreo observado nos vídeos ainda é classificado como ‘não identificado’”. Oras! aí, ainda tem pano pra manga!

Referências

https://www.youtube.com/channel/UC7MNcD52cktiYZSk_CiVINA

https://www.hypeness.com.br/2019/09/exercito-dos-eua-confirma-veracidade-de-video-com-ovni-do-pentagono/

https://catracalivre.com.br/mais/pentagono-divulga-videos-de-ovnis-e-os-humanos-so-querem-que-eles-nos-salvem/

4 comentários em “As confirmações do pentágono”

    1. Obrigado, meu amigo! Como diz o nosso slogan, “nosso objetivo é a reflexão e o conhecimento”. O UFOLÓGICO aguarda sua contribuição! Grande abraço.

  1. Concordo com Sergio, um artigo inteligente, perspicaz e irretocável. Pai, és um baita observador analítico nato e sobretudo necessário. Parabéns <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *